Vingadores: Ultimato | Roteiristas foram VETADOS de usar um personagem no filme

Os roteiristas de Vingadores: Ultimato tiveram bastante liberdade para trabalhar com os personagens do Universo Cinematográfico da Marvel, mas foram impedidos de inserir um novo rosto que ainda não tinha sido apresentado.

Conforme Christopher Markus e Stephen McFeely, que escreveram o roteiro do longa, explicaram, o estúdio afirmou que não faria sentido apresentar o personagem agora.

ATENÇÃO: texto com SPOILERS de Vingadores: Ultimato

Markus e McFeely

O personagem que teve sua participação vetada pelo estúdio foi o Tribunal Vivo, uma entidade cósmica presente nos quadrinhos. Por sua aparência estranha, com três cabeças, e poder quase infinito, a Marvel Studios preferiu não apresentá-lo neste momento. Explicou Markus:

Tentamos incluir o Living Tribunal no primeiro filme (Vingadores: Guerra Infinita) e escrevemos uma cena em que ele aparecia durante o combate em Titan. A reação de todos foi 'O quê?'

Apesar de não ter sido usado nessa Fase do UCM, a possibilidade do personagem aparecer futuramente não está descartada. Segundo os roteiristas, a decisão de usá-lo ou não está nas mãos de Kevin Feige, presidente da Marvel Studios.

Será que funcionaria ter o Tribunal Vivo nos dois últimos filmes da Saga do Infinito? 🤔

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas brasileiros.

FIQUE LIGADO:

Vingadores: Ultimato | Irmãos Russo explicam ausência de cena pós-créditos

Vingadores: Ultimato | Fortnite adiciona surpresa ao game para os fãs!

Vingadores: Ultimato | Roteiristas falam sobre as decisões tomadas para o filme!