Mortal Kombat 11 | Diretor fala sobre maior equívoco da franquia

A franquia dos jogos do Mortal Kombat já existe há muitos anos, tendo seu primeiro game lançado em 1992. O principal atrativo da franquia é a sanguinolência que envolve o jogador enquanto ataca oponentes com os golpes mais brutais que você possa imaginar.

Porém, para o co-criador da franquia e diretor do Mortal Kombat 11, Ed Boon, o principal equívoco do jogo tem a ver com a violência e com a história do MK.

Violência demais?

Ed Boon

Em uma entrevista concedida ao Game Informer, o co-criador da franquia falou sobre o que ele pensa caso os passos feitos para Mortal Kombat fossem diferentes.

Isso é apenas sobre a violência. Se você tirasse a violência, ninguém o jogaria. Ele [o personagem] morreu bastante sim. É um argumento difícil de dizer que as pessoas vão comprar mais e mais do jogo só para ver os Fatalities.

Boon ainda falou que, mesmo com os comentários das pessoas sobre Mortal Kombat, o jogo ainda não decolou. Ele disse que há muitos desenvolvedores de jogos que acham que a internet, as vezes, é tão ampla que você apenas precisa fazer um ajuste.

Para a felicidade dos fãs da franquia, está chegando a hora de Mortal Kombat 11 ser lançado. O game chega às plataformas oficialmente no dia 23 de abril. Quem optar por comprar o jogo na pré-venda, ganha o personagem Shao Kahn de presente.

Mortal Kombat 11 estará disponível para PlayStation 4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

FIQUE LIGADO:

Mortal Kombat 11 | Diretor revela história por trás da frase icônica de Scorpion

Mortal Kombat 11 | Novo trailer confirma o retorno de 3 personagens ao game

Mortal Kombat 11 | Kitana é confirmada no jogo com spot brutal