6 momentos em que o Coringa mostrou toda a sua loucura!

O Coringa sempre fascinou os fãs por sua capacidade de testar os limites dos heróis, especialmente do Batman. Completamente insano, o vilão não mede esforços para levar suas vítimas à loucura e provar para todos que basta um dia ruim para deixar alguém fora de si.

Nos quadrinhos, animações ou no cinema, o que não faltam são momentos de pura maluquice do Coringa! Nós compilamos alguns dos momentos mais emblemáticos da loucura do Palhaço do Crime que deixariam qualquer um louco!

1. A Piada Mortal

A piada mortal

Nada como começar com um clássico! A Piada Mortal é uma das mais conhecidas e renomadas Graphic Novels do Homem-Morcego. Escrita por Allan Moore, a HQ revela a origem trágica do Coringa. Muito além disso, o quadrinho traz também uma das mais brutais maldades cometidas pelo Palhaço do Crime.

Tentando provar para o mundo que até o homem mais são poderia ficar louco, o Coringa monta um plano para enlouquecer o comissário Gordon. Primeiro, ele sequestra sua filha e a deixa paralítica. Depois, captura o próprio Gordon e o leva para um passeio nada agradável num parque de diversões abandonado.

Lá, o policial é obrigado a ver fotos da sua filha sofrendo, além de ser torturado pelo Palhaço, que extrapola qualquer limite. A história é bem pesada e, de acordo com a interpretação de alguns fãs, termina com o Homem-Morcego quebrando sua única regra e matando o Coringa. Leitura indispensável!

2. O Assassinato de Jason Todd

Joker killing robin

A crueldade e a loucura do Coringa sempre andaram juntas. Ele não tira o sorriso do rosto nem quando está matando alguém à sangue frio. E sua risada ficou ainda mais acentuada quando sua vítima era ninguém menos que Jason Todd, o Robin que sucedeu Dick Grayson!

Na HQ Morte em Família, o Coringa escapa mais uma vez do asilo Arkham. Sem dinheiro, o palhaço viaja pelo mundo tentando fazer dinheiro. No encalço dele estão Batman e Robin, que também procuram a mãe do Garoto-Prodígio. Quando Todd encontra sua mãe, no entanto, ele descobre que ela está trabalhando com o Coringa. E aí o Palhaço pira!

Com um pé de cabra, Coringa espanca violentamente Robin, deixa a mãe do garoto amarrada e coloca uma bomba no local. Sem conseguir chegar a tempo, Batman chega e encontra seu parceiro morto. A cena toda é bem pesada e entrou para história como uma das maiores crueldades do vilão!

3. A "Conversa" do Coringa com a Máfia

Em 1989, o Coringa ganhou sua primeira adaptação "séria" para as telonas: interpretado por ninguém menos que Jack Nicholson, o vilão finalmente teve uma faceta macabra nos cinemas. Para mostrar logo à que veio, o Palhaço foi conversar com chefões do crime em Gotham. E, bem, as coisas ficaram bem chocantes.

Enquanto Coringa falava sobre seu grande plano para a bandidagem local, um dos criminosos decide questioná-lo sobre seus planos. Com o seu (deformado) sorriso no rosto, o Palhaço diz que tudo vai ficar resolvido com um simples aperto de mão.

Mas quando o mafioso aperta a mão do Coringa, ele começa a se contorcer: está sendo eletrocutado até ficar completamente tostado! Essa foi a chegada triunfal do palhaço a Hollywood, que mudaria para sempre a forma como o personagem é retratado nos cinemas.

4. A (Segunda) "Conversa" do Coringa com a Máfia

E mais uma vez voltamos aos cinemas, dessa vez com Heath Ledger no papel do Coringa. Assim como no primeiro filme do Batman, o Palhaço do Crime se reúne com os mafiosos de Gotham, dessa vez para propôr algo ainda mais ousado: matar o Homem-Morcego!

A entrada do Coringa na cena é impressionante: ele chega com uma risada histérica e, logo de cara, diz que irá fazer "um truque de mágica" com um dos capangas dos mafiosos que tenta prendê-lo. Ele enfia um lápis no olho do criminoso e consegue assim a atenção da bandidagem reunida.

Apesar de não mostrar uma gota de sangue sequer, a cena consegue ser bem chocante, com a trilha sonora do filme criando uma tensão absurda! Ah, e tem a atuação fantástica de Heath Ledger, é claro.

5. O Coringa torturando Tim Drake

Parece que os assistentes do Homem-Morcego não tem muita sorte ao lidar com o Coringa! Além de Barbara Gordon e Jason Todd, o palhaço também capturou Tim Drake, o terceiro Robin. Dessa vez, ao invés de matá-lo, ele foi ainda mais além: tentou transformar o Garoto-Prodígio em seu próprio assistente!

Isso aconteceu no longa animado "Batman do Futuro: O Retorno do Coringa". Na cena, o Coringa revela como torturou Tim Drake por semanas até torná-lo numa espécie de assistente seu. As imagens foram tão fortes que chegaram a ser censuradas nos Estados Unidos.

Apesar do sofrimento e da loucura que ele causou em Robin, o rapaz termina poupando Batman e atirando no Coringa, revelando que ainda se lembrava de quem era de verdade.

6. Coringa-Enfermeira

Mais uma vez voltamos à Batman - O Cavaleiro das Trevas para uma das suas cenas mais emblemáticas. Após virar Gotham do avesso com suas ameaças a policiais e à população, o Coringa vai encontrar Harvey Dent no hospital para dizer que a culpa daquilo tudo não era dele.

A cena é um show à parte: o Coringa surge vestido de enfermeira, com peruca e tudo mais. Ele dá mais uma prova da sua insanidade, dando a arma na mão de Dent e jogando uma moeda para saber se ele deveria ou não atirar no Palhaço.

No final, ainda vemos o Coringa explodindo o hospital. Ele aperta o botão um monte de vezes, quase como num desenho animado e toma um susto com o barulho. Espetacular!

E você? Lembra de mais momentos insanos do Coringa? Deixa aí nos comentários!

SAIBA MAIS SOBRE O PERSONAGEM:

5 coisas que você precisa saber sobre o Coringa de Joaquin Phoenix!

10 curiosidades sobre Joaquin Phoenix, o próximo Coringa

Descubra a origem misteriosa do Coringa, o Rei Palhaço do Crime