George R R Martin culpa O Senhor dos Anéis pelas mortes em GoT

Não é nenhuma novidade que George Martin adora matar os personagens de Game of Thrones, sua principal série de livros, mas agora sabemos o motivo desse instinto assassino. Em uma entrevista para a PBS, o autor revela como que, O Senhor dos Anéis, a grande obra de J.R.R. Tolkien, pode ser considerada a motivadora de todas as mortes em Game of Thrones.  

O que tem O Senhor dos Anéis com isso?

Gandalf

Game of Thrones foi uma das 100 obras literárias selecionadas pelo The Great American Read, uma série da PBS que celebra e explora grandes livros americanos. Para isso, George R.R. Martin participou de uma entrevista na qual contou sua relação com O Senhor dos Anéis e como a obra de Tolkien o inspirou a escrever suas próprias histórias.

Confira a tradução do trecho em que Martin cita o exato momento em que O Senhor dos Anéis se tornou a melhor coisa que já tinha lido até então: 

A maior invenção de Tolkien foram os personagens que se esforçam contra a tentação do Anel e o que fazem com isso. Todos eles estão travando batalhas no interior de seus corações. Que podem acontecer em qualquer lugar e a qualquer momento na história humana. Então Gandalf morre!

Não posso explicar o impacto disso em mim aos 13 anos.  Você não pode matar o Gandalf! O Conan não morre nos livros do Conan, sabe? Tolkien tinha acabado de quebrar essa regra e eu o amarei para sempre por causa disso. Pois, no minuto em que você mata o Gandalf, o suspense de tudo ao redor aumenta milhares de vezes, pois agora qualquer um pode morrer. Claro que isso teve um grande impacto na minha vontade de matar personagens num piscar de olhos." 

Tudo por causa da morte de Gandalf. Agora você sabe que George R. R. Martin apenas mata seus personagens para celebrar a morte do grande mago de Senhor dos Anéis e uma das maiores reviravoltas desse livro.

Você pode conferir a entrevista original abaixo: