Filmes de terror são feitos para causar desconforto na audiência, seja por uma trama tensa, imagens assustadoras ou temas pesados. Contudo, mesmo em um gênero reconhecido por essas características, alguns filmes passam do limite. Alguns filmes são tão comprometidos com o gênero (ou simplesmente perversos) que causam mais que apensa desconforto, e geram revolta no público. Confira alguns dos filmes responsáveis por criar controvérsias.

Psicose (Psycho, 1960)

Psicose

Uma secretária foge com uma grande quantia de dinheiro de um cliente da empresa que trabalha. Durante sua fuga, ela resolve passar a noite em um pacato motel à beira da estrada que comandado por um tímido homem que possui uma estranha relação com sua mãe.

Para os padrões atuais, Psicose pode não causar muito espanto, mas para o público de 1960, o filme foi bastante impactante. O diretor, Alfred Hitchcock, foi responsável por ampliar o espectro do que podia ser exibido no cinema. Psicose gerou controvérsia não apenas por ser um dos primeiros filmes a mostrar violência (a famosa cena do assassinato no chuveiro), como também por mostrar um corpo em decomposição e sexualidade extraconjugal.  

O Exorcista (The Exorcist, 1973)

Exorcista

Um padre que perdeu sua fé enfrenta algo sem precedentes em sua carreira religiosa: precisa salvar uma jovem garota cujo corpo foi possuído por uma entidade demoníaca.

O Exorcista pode ter sido reconhecido pela Academia, ao ser indicado a várias categorias do Oscar de 1974 (tendo ganhado duas estatuetas), mas mesmo isso não o impediu de causar controvérsias. A Igreja Católica se posicionou totalmente contra o filme, devido às cenas de heresia, e algumas pessoas acusaram os produtores de terem escondido mensagens subliminares no filme.

Snuff (1975)

Snuff

Satã é o líder de um culto formado por uma gangue de motoqueiros. Juntos de seus seguidores, o líder cultista sai em uma campanha para assassinar todos aqueles que vão contra sua palavra.

Filmes do tipo snuff, são filmes que exibem mortes reais de pessoas, seja por assassinato ou por suicídio. A controvérsia de Snuff aconteceu pois o diretor do filme divulgou como se fosse um verdadeiro snuff. Dizem os boatos que o diretor ainda contratou algumas pessoas para protestar contra o filme em frente a alguns cinemas, como um modo de promover o filme.

A Vingança de Jennifer (I Spit on your grave, 1978)

I spit

Jennifer é uma jovem escritora que sequestrada, estuprada e deixada para morrer por quatro homens sádicos. Porém ela sobrevive e não descansará até que se vingue de todos os seus agressores.

Um filme que não tem medo de ser visceral. Devido a sua violência extremamente visual, A Vingança de Jennifer entrou para a listra negra de filmes no Reino Unido, além de ter sido banido em vários outros países. Além da violência e do tema terrível, o filme, por mais que conte a história de vingança de uma mulher, também é considerado uma das produções mais misóginas já feitas.

Holocausto Canibal (Cannibal Holocaust, 1980)

Holocausto Canibal

Em uma missão de resgate na floresta amazônica, um professor da Universidade de Nova York descobre o rolo de filme de uma equipe de documentarista que havia desaparecido na selva. Também descobre o terrível destino de cada um dos membros da expedição.

Holocausto Canibal é um dos primeiros filmes do gênero found footage ("filmagens encontradas", em tradução livre), que costuma fingir que tudo ali mostrado foi real. Contudo, as cenas de assassinato do filme foram tão convincentes que o diretor, Roggero Deodato, foi acusado de matar seus atores. O elenco teve que se apresentar em tribunal para provar que estavam vivos. Além disso, o filme mostra a morte real de animais, fato que o diretor se arrepende de ter feito.

Centopeia Humana (The Human Centipede, 2009)

Centopeia

Um grupo de turistas é sequestrado por um cientista maluco e são forçados a participar de seu experimento grotesco. Os três turistas são cirurgicamente ligados um ao outro, com a boca de um diretamente ligada ao ânus de outro, formando assim a centopeia humana.

Um filme que propositalmente causa náuseas no público, utilizando de sua "veracidade médica". Um filme verdadeiramente nojento, que conseguiu se superar, dando origem a mais duas sequências. Há relatos de que várias pessoas vomitaram em seus acentos, quando o A Centopeia Humana foi exibida em festivais. A revolta contra contra esse filme é tão grande que vários jornais já demandaram que o filme fosse banido para sempre.

A Serbian Film - Terror sem Limites (Srpski film, 2010)

Serbian

Um ator pornô que passa por dificuldades financeiras concorda em participar de um suposto "filme de arte". Contudo, descobre que se envolveu com um diretor doentio que quer fazer um filme de snuff, com necrofilia e pedofilia.

Considerado o filme mais controverso de todos os tempos. A Serbian Film não apenas foi banido em vários países, como naqueles em que é permitida a sua exibição, os órgãos reguladores fazem de tudo para desincentivar as pessoas de assistir a esse filme. Um filme doentio, gratuitamente violento, que parece cumprir um checklist das piores coisas do mundo como: assassinato, estupro, pedofilia, necrofilia, incesto, e muito mais.

Slender Man (2018)

Slender Man

Um grupo de amigos fascinados com as histórias de terror da internet sobre o Slender Man tenta provar que esse monstro não existe. No entanto, essa convicção jã não é mais tão forte após o desaparecimento misteriosos de um deles.

O filme mais recente a entrar para a lista de controversos. Isso se dá por conta da campanha de publicidade para o filme, que fez alusões ao assassinato real de uma adolescente por dois companheiros. Várias petições foram assinadas para que o filme fosse impedido de ser lançado, e o filme foi acusado de se aproveitar de uma tragédia real.