Esquadrão Suicida | Diretor do longa lamenta sobre o filme

Em agosto de 2016, uma das maiores promessas da DC para o cinema foi lançada e deixou muita gente decepcionada com o que viu. Esquadrão Suicida se tornou alvo de muitas críticas no decorrer do tempo e agora David Ayer, o diretor do primeiro longa, foi as redes sociais para desabafar sobre o longa.

Em um momento de reflexão, o cineasta falou sobre a produção turbulenta que rondou o filme e suas decorrentes frustrações. De acordo com Ayer, o filme teria tomado uma direção diferente da versão que foi para os cinemas.

Filmes são frágeis. São como sonhos e momentos assustadores que fogem da sua visão. Eles têm sua própria lógica e verdade. Se você alterar o destino depois que a viagem estiver concluída, ainda é a mesma jornada? A coluna vertebral do Esquadrão Suicida era a jornada de Harley.

O comentário foi publicado no Instagram de Ayer acompanhado de uma screenshot do Coringa de Jared Leto apontado uma arma para a Arlequina.

Uma das maiores reclamações ligadas a Esquadrão Suicida é o personagem de Leto, que no final das contas, não teve uma presença relevante no longa e deixou muito fã bravo com a aparência dele. A romantização do casal Arlequina e Coringa também foi um forte ponto criticado na trama.

James Gunn, que é quem está dirigindo e roteirizando o segundo filme da equipe, já afirmou que o Coringa de Jared Leto não irá aparecer no longa. Para Gunn não há necessidade dele aparecer, já que ele não faz parte da equipe.

Vamos ver como que o segundo se sairá e se ele conseguirá surpreender o público, que espera algo muito melhor que Esquadrão Suicida.

A sequência está prevista para estrear no dia 6 de agosto de 2021.

FIQUE LIGADO:

Esquadrão Suicida: Coringa deveria ter sido o vilão, afirma o diretor

O Esquadrão Suicida | Diretor revela porque Coringa de Jared Leto não aparecerá

VAZOU! Fotos do set de O ESQUADRÃO SUICIDA mostram elenco com figurino