Esquadrão Suicida: Coringa deveria ter sido o vilão, afirma o diretor

Já muito foi dito sobre o filme Esquadrão Suicida, mas mesmo passados seis meses da sua estreia, ele continua dando o que falar. Desta vez foi o diretor do filme (David Ayer), que colocou na sua conta oficial do Twitter uma espécie de "desabafo", onde menciona todos os fracassos e conquistas atingidos pelo filme, afirmando que hoje teria feito muita coisa de maneira diferente.

O Coringa seria o vilão principal

Coringa

Ayer afirma que hoje teria colocado o Coringa como vilão principal no lugar da Magia, que foi interpretada pela atriz Cara Delevingne. Na nota lançada através da sua conta do Twitter podemos ler:

"Se eu tivesse uma máquina do tempo, eu faria do Coringa o principal vilão e teria criado uma história mais estruturada. Tenho que guardar o que foi bem feito e aprender com o mau".

Apesar de não ter sido muito bem recebido pela crítica, o filme Esquadrão Suicida foi um estrondo nas bilheteiras. Grande parte dos problemas apresentados pelo filme foram resultado do pouco tempo dado pela Warner para a produção e, essencialmente, pelo dedo intrometido do estúdio.

Este não foi o último filme de Ayer no DCEU

margot-artigo

David Ayer estará de volta ao Universo Cinematográfico da DC, com um novo filme baseado num time todo formado apenas por personagens femininas, as Gotham City Sirens. O diretor voltará a se encontrar com Margot Robbie, que interpretará novamente o papel de Arlequina. Personagens como a Hera Venenosa e a Mulher Gato também marcarão presença, contudo ainda não foram anunciadas as atrizes que irão interpretar esses papéis.