CRÍTICA Chernobyl | Uma verdadeira obra-prima!

Depois do sucesso que foi Games of Thrones, muito poucos acreditariam que tal fenômeno conseguisse ser replicado pela HBO, principalmente em tão pouco tempo, mas Chernobyl ultrapassou todas as expectativas e mostrou que por vezes a realidade consegue ser mais cativante que a fantasia.

É certo que Chernobyl é uma minissérie, contendo apenas cinco episódios, cada um deles com cerca de uma hora, mas a forma como conta a história do desastre nuclear que aconteceu na cidade ucraniana em 1986 não deixa ninguém indiferente.

Para além de ser atualmente a série com a cotação mais alta de todos os tempos do site IMDB, a crítica é quase consensual a elogiar a produção da HBO.

A história que não queriam que fosse contada

chernobyl

Durante muito tempo falar de Chernobyl era quase um tabu, aliás a série da HBO demonstra a forma como o desastre afetou a esfera de poder Soviética, mostrando como o governo queria abafar o que realmente tinha acontecido na cidade ucraniana no dia 26 de Abril de 1986.

Os roteiristas pegaram numa história com contornos exclusivamente negativos e conseguiram criar uma trama absolutamente cativante, sem nunca entrar em romantismos ou em incongruências, seguindo a linha de acontecimentos real.

A forma como a história foi contada não deixa ninguém indiferente e o trabalho dos roteiristas merece todos os elogios possíveis, não existindo um único aspecto negativo a apontar.

Interpretações memoráveis

chernobyl

O elenco de Chernobyl é maioritariamente composto por atores experientes e com um currículo rico e diversificado, algo que acabou por transparecer para o resultado final daquilo que é a série.

Apesar de todas as interpretações serem incríveis, existem alguns atores que se destacam com performances absolutamente arrepiantes, casos de Jared Harris no papel de Valery Legasov e de Stellan Skarsgard como Boris Shcherbina.

Para além das suas interpretações, a caracterização dos personagens é incrível, sendo todos eles idênticos às pessoas reais que estiverem presentes nos acontecimentos centrais de Chernobyl.

Uma representação fiel da realidade

chernobyl

Uma das coisas mais impressionantes de Chernobyl é a forma como a série consegue ser fiel aquilo que realmente aconteceu em 1986.

Todos os acontecimentos são retratados com grande realismo, é certo que existiram alguns ajustes, mas isso é totalmente compreensível quado se produz uma obra deste gênero.

A missão não era fácil e recontar uma história com uma carga tão negativa era um verdadeiro desafio, no ponto de vista que a série teria de ser um sucesso comercial relativo. Obviamente que todas as expectativas foram ultrapassadas com Chernobyl a se tornar num dos maiores sucessos de sempre.

Uma série que fica por si só na história

chernobyl

A qualidade de Chernobyl é tão acima da média que podemos facilmente dizer que a série entra para a história como uma das melhores de todos os tempos.

Não existe um único aspecto negativo que seja possível destacar sobre a série, tudo é feito na perfeição, roteiro, elenco, fotografia, efeitos especiais, guarda-roupa... Nada é feito de forma medíocre ou mediana.

Chernobyl não é apenas uma das melhores séries do ano, Chernobyl é uma homenagem a todas as vítimas daquele desastre de dimensões gigantes e ficará para sempre de todos aqueles que assistiram aos seus cinco episódios do princípio ao fim.

Se você ainda não teve a chance, então corra pra HBO e veja Chernobyl, temos a certeza de que não se irá arrepender!

FIQUE LIGADO:

Chernobyl | Descubra os mitos e as realidades da série!

Chernobyl | Foi o bombeiro Vasily Ignatenko uma pessoa real?

Chernobyl | Série não vai ter 2ª temporada!