Chris Evans diz que ressuscitar James Dean digitalmente é horrível!

Nesta quarta feira (06), muitos fãs foram pegos de surpresa após o anúncio de que James Dean retornará para os cinemas, quase 70 anos após a sua morte. Isso porque a equipe de CGI de uma empresa canadense fará o trabalho de inserir o ator digitalmente em Finding Jack, novo filme baseado no livro de mesmo nome. Entretanto, muitas pessoas não gostaram da ideia e uma delas é Chris Evans.

O eterno Capitão América do Universo Cinematográfico da Marvel comentou a notícia em seu Twitter, após citar o tweet do The Hollywood Reporter. Evans falou que isso é horrível e é vergonhoso, e usando a ironia, disse que as pessoas deveriam pegar um computador para pintar como Picasso, por exemplo.

I’m sure he’d be thrilled 🙄This is awful. Maybe we can get a computer to paint us a new Picasso. Or write a couple new John Lennon tunes. The complete lack of understanding here is shameful. https://t.co/hkwXyTR4pu

— Chris Evans (@ChrisEvans) 6 de novembro de 2019

Eu tenho certeza que ele ficaria emocionado. Talvez devêssemos pegar um computador e pintar um novo Picasso. Ou escrever novas músicas de John Lennon. A completa falta de entendimento aqui é vergonhosa.

O diretor do longa que terá James Dean como parte do elenco, Anthon Ernest, compartilhou um pouco mais sobre a notícia em entrevista a Entertainment Weekly.

O cineasta afirmou que a família deu apoio para o projeto e que Dean foi a escolha perfeita para viver Rogan. Finding Jack contará a história do abandono de dez mil unidades caninas na Guerra do Vietnã.

O longa que trará James Dean de volta à vida, pelo menos nas telonas, está previsto para estrear em 11 de novembro de 2020.

FIQUE LIGADO:

James Dean será ressuscitado digitalmente para filme!

Francis Ford Coppola esclarece comentários sobre a Marvel

The Irishman | Longa ganha trailer cheio de violência!