Lutador Booker T processa editores do Call of Duty por violação de direitos

O novo título de Call of Duty conta com novidades para os fãs que acompanham a franquia, como a inclusão de novos personagens, avatares femininos no game e a ausência do modo campanha. Porém nem todo mundo ficou feliz com essas adições no Black Ops 4.

O lutador de WWE Booker T entrou com uma ação contra a Activison, empresa responsável pelo game, por conta da violação de direitos autorais envolvendo um personagem seu.

O personagem em questão!

Call of Duty

O lutador diz que a empresa tirou o personagem David "Prophet" Wilkes de seus quadrinhos, entitulado G.I. Bro. A descrição do personagem de Booker T é a de um soldado aposentado de operações especiais, lutando contra um inimigo que ele achou que havia derrotado há anos.

A descrição que a Activison dá ao personagem Wilkes é totalmente diferente de G.I. Bro, sendo um soldado ciberneticamente aprimorado que eventualmente substitui suas partes corporais com upgrades mecânicos.

Is Call of Duty: Black Ops Pro 4 character David "Prophet" Wilkes infringing on G.I. Bro's likeness? Booker T thinks so and is taking Activision to court over it. pic.twitter.com/j4iOvTYWp1

— Michael McClead (@McCleadWriter) 13 de fevereiro de 2019

O personagem do Call of Duty: Black Ops 4 David "Prophet" Wilkes estaria infringindo a lei por sua semelhança com o personagem de G.I. Bro? Booker T acredita que sim e está levando a Actvision ao tribunal sobre isso..

Quando colocados lado a lado, os personagens são extremamente parecidos. Seria algum tipo de coincidência a semelhança entre Prophet e G.I. Bro?

Vamos ver como este impasse será resolvido entre o lutador de WWE e a Activision nos próximos dias.